segunda-feira, 29 de setembro de 2008

6 comentários:

carmim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
carmim disse...

tenho todas as flores vivas no meu peito. vão ficar comigo pra sempre, mesmo que todo o resto já se foi.


muito sutil o texto. bonito e sutil!

*.::*(( jOhn ))*::.* disse...

oi..
então, obrigado pela visita..
lembro de vc sim..e lembro o favor tb..rsrs..
já havia visitado o seu quarto outras vzs (falando assim fica estranho =p), e, sei q não importa mto, mas..gosto mto do teu estilo de escrever. autêntico.
há recíprocidade na empatia...msmo sendo clichê.
abraçãO!

shirlêy botafogo disse...

Nossa! Que solidão gostosa envolve essa personagem! Que inveja.
Acho que estou muito sentimental. Quero sentir essas coisas o mais rápido possível.

Poooow, meo! Se meus textos estão bons, o que falar dos teus então?! Lindos e super swinguêra da bahia!
Adoro so much esses da série detalhes!

Paulinha disse...

Lindo o seu texto...A riqueza de detalhes... a leveza da sua escrita...
"O vento desfazia meu cabelo já cortado, marco da minha vida sem você na cabeça". Fui longe.

Luiz Felipe Leal disse...

e o passado mais uma vez se descolore e descolore o hoje.

"uma eterna esperança que se adia".




abraços.