sábado, 6 de dezembro de 2008

Olhem só que engraçado...

“... o esforço pra lembrar é a vontade de esquecer...”
(Rodrigo Amarante)

Conversando sobre mais amenidades da vida com a minha grande amiga, chegamos aos versos de Amarante em “O vento”. E, que genial, é uma frase que serve de esqueleto para muitas verdades. Experimentem:

- O esforço pra dormir é a vontade de acordar.
- O esforço pra jejuar é a vontade de comer.
- O esforço pra calar é a vontade de falar.
- O esforço pra rir é a vontade de chorar.
- O esforço pra mudar é a vontade de permanecer.
- O esforço pra ir é a vontade de ficar.
- O esforço pra perdoar é a vontade de culpar.
- O esforço pra ensinar é a vontade de aprender.
- O esforço pra odiar é a vontade de amar.

Uma questão: seria a vontade uma espécie de sina, afinal?

2 comentários:

Erica Cristiane disse...

Desejar é o destino do ser humano?

M is burning disse...

Não q eu seja chato... mas ODEIO AMARANTE

pra mim ele n passa de um mal comido

Beijos, nai!