sexta-feira, 18 de julho de 2008

da série "detalhes"- O BELO DO RIDÍCULO


- Olhos inchados de manhã.
- Mau-humor três vezes na semana.
- Mudança de cabelereiro.
- Um presente da vó que pode ter ficado meio largo.
- Tropeçar nos pés.
- Item anterior na praça de alimentação de um Shopping sábado á noite.
- Roupas íntimas antigas.
- Nariz vermelho de espirro.
- Gagueira.
- Festa à fantasia (onde o único fantasiado é... adivinha?).
- Air Supply.
- Chaplin.
- Roberto Carlos.
- Cheiro de lavanda.
- Camisola de bolinhas com furo no sovaco.
- Qualquer blusa com furo no sovaco.
- Cofrinho aparecendo.
- Cabelos desgrenhados pelo travesseiro.
- Maquiagem demais, sombrancelhas demais.
- Maquiagem de menos, sombrancelhas de menos.
- Ter duas camisetas favoritas e antigas.
- Ter dois amigos favoritos e antigos.
- Virgindade por exclusão social.
- Promiscuidade por tentativa de inclusão social.
- Solitude de sábado à noite.
- Vazio de domingo.
- Rotina.

Isso é que dá não querer ser RIDÍCULO.

5 comentários:

Luiz Felipe Leal disse...

nisso é que dá.

vou continuar insistindo.

Luiz Felipe Leal disse...

gostei dessa de ser uma "fraude".

se é que não somos todos.

Luiz Felipe Leal disse...

lugares-comuns são a sina de nós todos. Sem, no entanto, merecerem dispensa.

obrigado.

Lara disse...

'Promiscuidade por tentativa de inclusão social.'

NOSSA,como eu te entendo.
(mas não pretico)ahshashas

Muito bom,Naiara
Olha só vou por um link do teu blog no meu,tu foi muito querida comigo e tal e tem coisas bem legais por aqui.


Beijos


Lara

Sir Van de Toulon disse...

amei a série detalhes. parabéns.