sábado, 9 de agosto de 2008

O aprendizado do crescimento


- Ficar longe de tomadas.
- Se dar conta de que os palhaços não têm a menor graça.
- Apreciar os benefícios da mentira.
- Descobrir que seus pais já experimentaram: maconha, porres homéricos, beijo gay.
- Pior: descobrir que eles não são mais virgens.
- Correr e perceber que o corpo não tem mais 10 anos de idade.
- Comer e perceber que o corpo não tem mais 10 anos de idade.
- Aborrecer-se com chuva ao invés de ter medo ou vontade de tomar banho nela.
- Dormir no escuro.
- Ver o banho como necessidade.
- Ter nojo de lama.
- Conhecer a nostalgia.
- Ser louco pra namorar e descobrir que também pode ser uma roubada.
- Contatos imediatos na faculdade.
- Ser apresentado ao conceito de “tudo é relativo”.
- Amizades verdadeiras.
- Aperfeiçoamento infinito de ser humano sem nunca chegar à perfeição.
- Decepcionar-se.
- Decepcionar.

Crescer pode ser puro aprendizado.

4 comentários:

Sir Van de Toulon disse...

Fantástico, como sempre. E muito, muito verdadeiro.

Obrigado pelos parabéns!

Marxenhu disse...

odeio o conceito "tudo é relativo"...
parece coisa de quem não tem o que fazer ou quem culpar. (?)

Luiz Felipe Leal disse...

essa sua série são os papéis de parede do quarto, nada monocromático, e de palavras tão universais que nos atinge por todos os lados.
merece os elogios.

"tudo é relativo"
grande abraço,

*.::*(( jOhn ))*::.* disse...

kara, que bom que importa então!
Sabia que esta "série" é uma das melhores que já li???
principalmente pela forma que foi escrita..
eu acho...=p

ah! Feliz dia do Tradutor!! (atrasado e tals..hehehe)

Seremos reconhecidos! O Mundo saberá do que somos capazes!!!..

(falei como o cérebro agora, o personagem do desenho...lembra?rsrs..)

Abração!!

se cuida..